18.12.10

Selvajaria Islâmica

O jornal "Público" revela hoje que os terroristas Albaneses liderados por Hashim Thaçi engordavam propositadamente os prisioneiros sérvios para depois os assassinar com uma bala na nuca e lhes extrair os rins para fins comerciais.
Esquece-se o articulista de dizer que estes escroques eram e são muçulmanos.
A novidade é que, até agora, os sérvios eram apontados como os únicos criminosos de guerra.
Até se criou um Tribunal Internacional especial para a ex-Jugoslávia para julgar os sérvios.
E a grande propaganda nos grandes meios de comunicação social (principalmente, claro, as TVs...) só falavam de criminosos de guerra sérvios.
Os muçulmanos, albaneses-kosovares e bósnios, coitadinhos, eram sempre apresentados como vítimas, de acordo com a linha editorial dominante, na UE e Portugal também, de branquear e até defender a selvajaria islâmica.
Foi a coragem do Senador Suíço Dick Marty, que elaborou o relatório sobre estas selvajarias, que fez despoletar a realidade do islamismo nesta parte da Europa, que não é diferente da idade da pedra do islamismo no resto do Mundo.
É que além do tráfico de órgãos, aqueles sujeitos também se dedicavam e dedicam ao tráfico de seres humanos, em especial mulheres para prostituição, armas e drogas.
Claro, falta ver a reacção dos "media" e daqueles políticos "progressistas" que estão sempre prontos a defender a escumalha islâmica da Humanidade.

Etiquetas: , , , , ,