9.12.19

SAÚDE EM PORTUGAL: SNS E A UE

A saúde em Portugal sofre de doença gravíssima: 
o SNS está à beira do colapso: 
Urgências fecham em grandes hospitais, direções clínicas demitem-se em bloco; 
faltam medicamentos e material imprescindível nos hospitais; 
dívidas do Estado ao SNS (que é do Estado!!!) ultrapassam mil milhões de euros; caos no atendimento dos doentes, e também muita incúria, desleixo e negligência dos profissionais de saúde, quer nos estabelecimentos públicos quer privados.
A principal causa é a obsessão doentia de Mário Centeno ( com o apoio explícito de A Costa, e implícito do PCP  e BE, que apoiaram o governo...) pelas cativações orçamentais, algumas de teor criminoso, como é o caso da ala pediátrica do Instituto de Oncologia do Porto.
Quantos portugueses não terão falecido por causa do caos, falta de meios e incúrias?
Mas os portugueses pagam imenso pela saúde em geral! como refere um relatório da Comissão Europeia, que adianta, inclusivé, que há famílias com despesas catastróficas!
Na realidade, os gastos de Portugal com a saúde em geral estão abaixo da UE; mas os portugueses pagam mais do seus rendimentos do que os restantes europeus, visto que o tão elogiado SNS tem um nível muito elevado de despesas não reembolsadas.
Os gastos de Portugal com saúde são inferiores aos restantes países europeus, com a despesa a traduzir-se em apenas um terço da média da União Europeia. A componente pública da despesa foi a que registou a queda mais expressiva, entre 2010 e 2017. Nestes sete anos, a despesa pública com saúde caiu de 69,8% para 66,4%, uma redução que teve como base o programa de ajustamento económico, ou seja, o empréstimo da Troika para evitar a bancarrota total.
Contudo, quando se olha para os cuidados que os portugueses têm de pagar diretamente no SNS, a conclusão é totalmente diferente. Correspondem a uma fatia de 27,5% das despesas, o que é quase o dobro da média europeia, de 15,8%.
Estes dados seriam mais do que suficientes para os media em geral e TVs em particular informarem os cidadãos portugueses e, mais, provocar debates sérios.
Mas os media seguem a agenda do governo, e pior, servem de propaganda: escondem os problemas graves.
Obviamente, o governo não quer os debates porque ficaria demonstrada a sua incompetência, péssima gestão, incúria e desprezo pela saúde e vida dos portugueses.
Como sempre, perante a propaganda governamental dos media, com imensas FAKE NEWS, restam as redes sociais para informar a VERDADE ao povo português.

Etiquetas: , , , , , , , , ,

19.11.19

EUA REFLORESTAM PINHAL DE LEIRIA

No dia 16 de novembro, decorreu uma iniciativa a todos os títulos louvável da embaixada dos EUA destinada a sensibilizar Portugal e as crianças em particular para a importância do Pinhal de Leiria e a necessidade da sua reflorestação.
Essa ação, intitulada FESTVERDE para a qual já foram recolhidos apoios que permitem a compra de dez mil (10.000) árvores da mesma espécie das existentes, é um sinal concreto muito forte para a defesa da floresta e também, digo eu, uns valentes murros no estômago para quem muito fala em ecologia e ambiente mas quase nada faz por isso.
É uma vergonha para o governo português que seja um país estrangeiro (atualmente achincalhado pelos traumatizados do ódio...) a preocupar-se e recuperar com esta ação uma área histórica de quase oito séculos de Portugal.  

Etiquetas: , , , ,

21.10.19

MERKEL== DEFINITIVAMENTE, NAZI..!

Grande impulsionadora da invasão islâmica da Europa por "refugiados", (na realidade, as verdadeiras vítimas das guerras são idosos, doentes e crianças, e o que se vê a entrar na Europa são jovens "homens", exatamente aqueles que menos precisam de fugir...), impôs a lei do silêncio sobre as denúncias concretas e verdadeiras dos crimes islâmicos, nomeadamente, a epidemia de violações/estupros de adolescentes alemãs que já levou jornalistas à prisão, como escrevemos em post anterior.
Juncker, May, Macron, Suécia, enfatuados eurocratas, com os dólares de SOROS, são os alinhados de Merkel nesta tentativa de acabar com a civilização na Europa.
Merkel nasceu na Alemanha comunista (RDA), controlado pela policia política STASI, servindo o império URSS. Viveu sem dificuldades nesse ambiente; Doutorou-se em química. Ora, como sabemos, os regimes políticos comunistas apenas admitem a cidadãos de confiança obter o topo da sociedade, fosse nas Universidades, empresas, media etc. Só com muito boas referências dos assassinos da STASI Merkel conseguiria o doutoramento.
Com a união da Alemanha, entrou para o Partido "União da Democracia Cristã", (CDU) então sob o comando de Helmuth Khol. Foi Merkel quem traíu Khol, o derrubou e se tornou líder do partido e do governo.
Desde a invasão islâmica de "refugiados", o constante desdém pelas vítimas dos seus crimes levou muitos alemães a fugir para a Hungria e Polónia ou votar na AfD. O SPD, parceiro de coligação, maior defensor da selvajaria islâmica, tem sido ainda ais castigado pelos eleitores; tem andado pelos 10% nas eleições regionais, tendo sido partido do poder muitos anos. Mas Merkel mantém o SPD no governo federal com um peso muito superior ao apoio popular, obviamente, para ter aliado nas leis que favorecem a barbárie islâmica e tenta acabar com a civilização.   
Entre outras pérolas de civilização, o país dos ayatollahs matam mulheres à pedrada, enforcam gays..ou supostos gays, dão chicotadas em público a mulheres que não usam o "hijab" e suas advogadas...
MERKEL NAZI, ou outra coisa não seria de esperar de quem teve (TEM?) o apoio dos criminosos da STASI, e quer a Europa dominada pelo islamismo, o maior inimigo dos judeus.

Etiquetas: , , , , , , , , , ,

7.10.19

A GRANDE VITÓRIA DO PARTIDO SOCIALISTA

Podemos ver já num excelente trabalho do CM o nome e currículo de 226 deputados eleitos dos 230 que compõem a Assembleia da República, escolhidos pelos eleitores  em 05 de outubro de 2019 e principalmente pelos partidos.
A grande vitória do Partido Socialista e em especial de António Costa sabe a muito pouco, Pode até dizer-se um flop.
Para quem ambicionava a maioria absoluta, dada como adquirida nos últimos dois anos, foi um golpe duro.
Na realidade, o PS obteve 36,65% dos votos, o que fica bastante longe das sondagens deste ano, da falta de estratégia de Rui Rio, da dificuldade de afirmação de Assunção Cristas nos últimos tempos (recordemos os resultados nas eleições para a Câmara de Lisboa, que foram excecionais para o CDS) e da submissão de BE e PCP à geringonça.
Os 27, 9% do PSD também são uma derrota. Derrota que se deve à ilusão (onde foram "descobrir" isso?) de que o PS e Costa se queriam ver livres da extrema esquerda e, portanto, o melhor seria uma coligação com o PSD!
Inacreditável!
R Rio e a sua equipa nem perceberam que, com a geringonça, o governo PS mantinha PCP e seus sindicatos controlado? e que isso lhe permitia uma certa paz social?
Quando Rui Rio foi eleito o que faltava em Portugal era uma verdadeira oposição à geringonça, oposição frontal, visto que os erros e abusos eram enormes. Curiosamente, quem fazia oposição (e subiu bastante nas eleições...) era o BE, com críticas diárias, enganado o povo, porque logo a seguir aprovavam o orçamento de Centeno. Desde a incúria nos incêndios de 2017, devida essencialmente ao caos nos serviços por causa do amiguismo incompetente nas nomeações, e ao desprezo por quem vive no interior...supostamente, para a esquerda, pessoas arcaicas, retrógradas, amarradas ao seu quintal...a que se seguiram as férias de 1º ministro de A Costa, havendo vítimas nos hospitais, e o perigo de continuação do desastre....
Com um SNS que mata mais do que salva, por causa das cativações orçamentais que deixam serviços, profissionais, medicamentos, análises clínicas e materiais ao nível do 5º mundo...
Nunca é demais relembrar a dificuldade em dispôr de vinte milhões de € para a ala pediátrica do instituto de oncologia do Porto. Total desprezo pela vida humana, agravado por se tratar de crianças.
O único erro grave do governo que Rio fez questão de explorar, e bem, foi a palhaçada de Tancos, palhaçada séria, tendo em conta que se trata de armas e de Forças Armadas. E que lhe valeu subida imediata nas sondagens...mas logo a seguir, deitou tudo a perder com a questão da justiça, que nem se compreende como Rio andou enrolado nesse fracasso.
Assunção Cristas teve resultado desastroso: 4,25% dos votos é derrota. A sua tarefa não era fácil. Aliás, se virmos os votos espalhados pelos pequenos partidos à direita do CDS, e partindo do princípio que mais de 90% eram CDS, visto que a abstenção se manteve, o CDS teria à volta de 8%, acima da CDU e portanto afastado mau resultado.
Muito digna, como seria de esperar, a atitude de Assunção Cristas, em convocar um Congresso e demitir-se.
Aliás, motivos muito mais fortes para demissão aconteceram com o Governo e Costa: as vítimas mortais dos incêndios, Tancos, o domínio de famílias no governo, os empréstimos ruinosos da CGD envolvendo figuras do PS..
Os acontecimentos da última sexta feira em que Costa, primeiro ministro rodeado de seis seguranças (sim isso de chamar S-G do PS é treta, porque ele continua com mordomias de governante...) tentou agredir um idoso é um ato nojento, covarde e que levava a uma derrota eleitoral bem pesada e fim da carreira política, pois, se Portugal fosse um país civilizado.
Costa tem a quase totalidade dos media a fazer campanha pela sua carreira política.Praticamente, não há um único órgão de comunicação social que não seja propagandista do governo.
Dá para ir bastante, em algumas ocasiões. A Eurosodagem/Expresso garantia na primeira página há cerca de um mês, que pela primeira vez o PS ia ganhar em todos os círculos eleitorais!!!
Ah grandes J. Vieira Pereira e R Oliveira e Costa: que falhanço rotundo....
Nesta legislatura, muito se vai escrever, falar, caluniar e insultar André Ventura. Faz-nos reviver os tempos de 1974/75 /76 em que a extrema esquerda stalinista e muitos PSs vomitavam ódio, raiva, frustrações e traumas contra os "fascistas", ou seja, quem verdadeiramente defendia um Estado de Direito Democrático. Ficou célebre um discurso na AR de Acácio Barreiros da UDP (antecessora do BE) roncando sem cessar contra o fascista Spínola.....
Tempos em que o imperialismo URSS, com as armas do MFA, queria os portugueses na miséria, morrendo à fome, no obscurantismo marxista....
Vamos voltar a rever esses discursos de ódio de quem nunca, mas nunca, quis a democracia com direitos humanos em Portugal.

Etiquetas: , , , , , , , , , , , , , , , ,

22.9.19

AMAZÓNIA NA ONU

Bolsonaro prometeu que iria a Nova Yorque, dia 24 de setembro, à Assembleia Geral da ONU dizer a verdade sobre a Amazónia e desmontar a intoxicação orquestrada pelos media a reboque do colonialistas Macron.
Lava um trunfo importante: uma jovem ÍNDIA da Amazónia.

Já anteriormente comprovamos que as tribos indígenas estão com Bolsonaro contra a tentativa de usurpar as riquezas e modo de vida da Amazónia ao povo Brasileiro, nos posts anteriores.

Indígenas também confirmam contrabando de ouro e diamantes da Amazónia, por ONGs de ""proteção"" da Amazónia.

Etiquetas: , , , , , ,

20.9.19

ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS E OZONO


John Kerry esteve em Portugal e proferiu as habituais frases bombásticas para, supostamente, ficar na História.
Secretário de Estado de Obama no segundo mandato ( e candidato derrotado nas primárias do Partido Democrata por Obama em 2008, Kerry era tido como politico moderado, o que hoje em dia é quase impossível de encontrar no seu partido.
Mas teve importância essencial - mais relevante foi Obama, PR, como é óbvio - no acordo com o Iran que agora Trump denunciou. Obama deu ..literalmente...deu um bilião e 700 milhões de dólares ao Iran para acabar com as investigações nucleares. Como se esperava, os Ayatollahs continuaram a desenvolver a sua indústria de investigação nuclear que se torna perigosíssima com os mísseis de médio e longo alcance que possuem.A UE, como tem sido regra, verga-se perante os donos do terror islâmico, escondendo que se trata de um dos 4 ou 5 piores regimes do planeta em matéria de DIREITOS HUMANOS.
Mas voltando a Kerry; segundo o DN, versão só digital, Kerry afirmou que nenhum país, repete-se, nenhum país está a cumprir o Acordo de Paris. Mas na capa, o DN coloca uma afirmação grotesca, raivosa, estúpida de Kerry, digna de um pasquim e um político sem qualquer credibilidade: para salvar o planeta, é preciso derrotar Trump em 2020....! Terrível....de vez em quando anuncia-se a passagem perto da Terra de meteoros, mas....
Mas o que fez ou faz Trump de tão grave para o planeta estar em risco? Kerry não disse obviamente, porque não existe esse perigo. Faz parte das campanhas completamente tresloucadas para queimar Trump, que envolvem as calúnias mais podres vindas dos media, Hollywood e Partido Democrata.
Os grandes poluidores são a China e Índia com as industrializações selvagens, sem regras de preservação do ambiente. Tanto a China como a Índia são obrigadas a fechar fábricas nas áreas metropolitanas com frequência porque o ar se torna irrespirável. Na China há cerca de 150 milhões de pessoas com problemas pulmonares devido à poluição.
Muito mais grave é a paranóia nazi do IRAN em querer ""acabar"" o trabalho de Hitler e destruir  Israel e os judeus: Israel, como é óbvio, vai defender-se (nessa hipótese nazi) e ambos poderão recorrer a armas nucleares. Obama e Kerry não viram isto bem claro quando deram 1.700 milhões aos Ayatollahs que enforcam gays, autorizam pedofilia e matam mulheres à pedrada???

Etiquetas: , , , , , , , , , , , , , , ,

3.9.19

MACRON E A AMAZÓNIA

Embora o tema esteja a começar a desaparecer dos media e redes sociais, muito por causa da derrota estrondosa de Macron e a extrema esquerda ocidental....onde se inclui a portuguesa, nunca é demais desmascarar a hipocrisia de Macron.
Um estudo da Universidade de Puerto Rico sobre o desmatamento na floresta amazónica demonstra que os países onde o suposto "pulmão do mundo"  está a ser mais destruído são o Suriname e a Guiana Francesa.
E continuam. A Guiana Francesa à frente da destruição da floresta amazónica. Macron sabe ou tem obrigação de saber.

Etiquetas: , , , ,

28.8.19

AMAZÓNIA: INDIOS PRENDEM ONGs A INCENDIAR FLORESTAS

Seria de esperar a esquerda brasileira, ressabiada, tentar denegrir Bolsonaro com os incêndios na Amazónia. 
O que foi espanto todo o mundo, creio eu, foi a inacreditável e suicida posição de Macron, querendo arrogar-se paladino da defesa de um território que pertence a um outro país soberano.
Há quem fale em oportunismo político de Macron, para conquistar votos dos verdes na França.
Se é, foi muito mal calculado, porque não teve em conta os danos colaterais, pela vergonha que a França passou ao intrometer-se nos assuntos de um país soberano, não recolhendo apoio no G7, e , pior, obrigando outros países demonstrar apoio a Bolsonaro e ao Brasil, casos dos EUA, Grâ Bretanha, e Israel e.....Merkel, como iremos comprovar noutro post.
Há (havia?) 350 ONGs na Amazónia..exato 350, vivendo de doações de países estrangeiros (Alemanha, Noruega...) e dos governos Lula e Dilma.
Mas os indígenas denunciaram perseguições e usurpação de terras e direitos por essas ONGs.
Mais: apanharam em flagrante alguns ativistas a incendiar a floresta, prenderam-nos ...e muito provavelmente serão julgados e condenados...mas a séria, nada como em Portugal.
Entretanto, Bolsonaro enviou o exército para controlar os fogos e...a soberania do Brasil sobre a Amazónia, cortando pela raíz as ilusões neo colonialistas de Macron, ONGs .....

Etiquetas: , , , , , , , , ,

25.8.19

AMAZÓNIA (II )

Macron teima no discurso colonialista.
Parece completamente perdido.
Merkel diz em mesa de quatro governantes que vai telefonar a Bolsonaro para lhe dizer que não estão contra ele.
MACRON QUASE DESMAIA....

Etiquetas: , , , ,

22.8.19

AMAZÓNIA ( I )


Os incêndios na Amazónia assumiram uma proporção mediática inesperada (ou talvez não). Isto porque o Presidente do Brasil se chama Jair Bolsonaro. Na realidade, as áreas ardidas tanto no Brasil como na Bolívia não assumiram proporções superiores ao que tem sido a média nos últimos anos. Mas, ah, claro, era Lula, era Dilma e a comunicação social escondia os erros crassos da gestão, como escondeu de forma execrável as investigações, as denúncias de quem pagou, as provas da maior corrupção na História do mundo ocidental.
Há todos os indícios de ter sido uma campanha de países europeus contra um governante eleito em democracia, de um país soberano, de acordo com as normas legais e constitucionais. A questão das contribuições ou ajudas da Alemanha e Noruega para o fundo de suposto apoio à Amazónia, "pulmão do planeta" e aos indígenas é deveras intrigante. Será que o Brasil não tem (tinha) orçamento suficiente para esse fundo e para a proteção do "pulmão"? Obviamente que tem, por mais desvios de milhares de milhões que os governos de Lula e Dilma tenham efetuado. Então porquê todo este ruído mediático? Bom, resposta fácil: sabendo da hostilidade dos media para com Bolsonaro, as potências europeias armaram uma gigantesca e odiosa campanha de defesa do "pulmão" porque Bolsonaro não o defendia....!!!  A resposta contundente e brilhante de Jair Bolsonaro sobre o desmatamento  e as minas de carvão (cuja energia é a mais perigosa para a atmosfera) na Alemanha, as mortes de baleias pela Noruega e Dinamarca (os defensores dos animais, incluindo o PAN, calaram-se de forma hipócrita e covarde) enfureceu as potências europeias, ao ponto de Macron exigir que o G7 discuta os incêndios e suposta destruição da Amazónia por Bolsonaro: colonialismo puro no séc XXI, e ganância pelas riquezas minerais da floresta. Então e Evo Morales, não merece umas criticas por mais ténues que sejam? o "pulmão" também arde na Bolívia....
A resposta é também facílima: as riquezas minerais estão no subsolo principalmente do pulmão brasileiro...!!! 
Muito se fala que a Venezuela tem as maiores reservas de petróleo do mundo...enfim, deixemos essa mentira inventada quando Trump sancionou o assassino genocida Maduro e seus capangas; a questão é simples também:Rússia, China, chumbam na ONU (membros permanentes do Conselho de Segurança) todas as medidas humanitárias porque querem continuar a ter Maduro na mão e comprar o petróleo a preços de saldo.Turquia, Iran, Cuba, Nicarágua aproveitam a boleia dos saldos. Mas a realidade é bastante diferente: essa maior reserva do mundo situa-se em cerca de 70% no Brasil, Estado do Roraima, sendo este um dos Estados federados mais pobres!!! Ah claro, Lula e Dilma também vendiam petróleo em saldo para Cuba, Nicarágua, etc...e nem se davam ao trabalho de explorar como deviam essa riqueza no Roraima. O maior poço da Venezuela, de Santa Elena, situa-se precisamente nessa reserva, junto à fronteira com o Brasil e Roraima.
Todas estas polémicas da Europa para cercar Bolsonaro não aconteceram com os governos PT; compreende-se: Bolsonaro já deu provas de defender os interesses do Brasil e não alinhar em facilitismos com os países corruptos e assassinos China, Rússia, Cuba, Iran, Turquia etc.
Há 350 ONGs estrangeiras a defender (ocupar) a Amazónia e os indígenas, financiadas pelas potências europeias e pelos governos de Lula e Dilma. Como se comprova no vídeo, os Índios queixam-se exatamente de perseguições e maus tratos por essas ONGs. E para quê 350, sim 350.? na selva? estranho.
Afinal, não evitavam as poluições dos rios pelas empresas de extração de minérios da Noruega (coincidência.???) e outros países, nem defendiam os Índios do veneno mercúrio, nem as florestas dos incêndios...
Toda esta campanha dos media europeus e as declarações inadmissíveis de Macron têm um objetivo bem fácil de entender: impedir a expulsão dos ocupantes ONGs, enfraquecer Bolsonaro e o seu compromisso de defender as riquezas do Brasil, e continuar a permitir o acesso da Europa ( ou de alguns países...) aos saldos das riquezas brasileiras.      
( continua) 

Etiquetas: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,