28.3.20

CORONAVÍRUS: DO DESCALABRO DO SNS À INCOMPETÊNCIA TOTAL DO GOVERNO

15 de janeiro de 2020: Graça Freitas, Diretora Geral de Saúde: Esse vírus não chega a Portugal porque não se transmite entre seres humanos.
Expresso: 2 ou 3 semanas depois, em entrevista ao Expresso afirmou: o vírus pode atingir um máximo de UM MILHÃO de portugueses.
Só ignorância crassa do tema pode levar a declarações tão opostas em tão pouco tempo.
Se a previsão era tão catastrófica, o ministério da saúde só deveria ter um objetivo: contratar de imediato material de proteção, como fatos para médicos, enfermagem e auxiliares, máscaras, luvas, produtos desinfetantes etc,. além dos medicamentos mais apropriados.
Obviamente, nada disso foi feito. Estes governos de esquerda adoram ocupar o poder, sentar-se nos gabinetes de luxo, nomear amigos/as, trocar familiares nos ministérios, etc...Governar mesmo, tomar decisões, ah  isso dá trabalho, é necessário estudar relatórios, ver as opções e decidir.
Conclusão: falta generalizada de fatos de proteção para os profissionais de saúde provocou infeção generalizada: a DGS informou hoje que há cerca de SETECENTOS ..leu bem 700 ..profissionais infetados.Porquê? porque os primeiros infetados foram tratados por médicos e enfermagem sem proteção.
Sem médicos e enfermagem não se podem cuidar e tratar os doentes...
A falta de decisões dá nisto: há ventiladores encomendados que só chegam em.....junho! Até lá, a falta de ventiladores vai provocar muitas mortes com certeza.
6 de Março: DGS afasta, para já, restrições de visitas a lares de idosos “Não estão desaconselhadas visitas, não há ainda esse grau de risco” “à data, só há casos esporádicos em Portugal, ainda não há transmissão comunitária ativa do vírus” , afirmou Graça Freitas  diretora-geral da Saúde.
O que aconteceu nos últimos dias com lares sem cuidadoras porque estavam sujeitas a quarentena, deixando os idosos abandonados ( e os acamados, cuja recomendação de mudança de fraldas é de 2 em 2 horas..? ), sem alimentação, sem banhos, talvez sem medicamentos, só comprova o desprezo pela vida humana, por quem é mais débil, frágil, que este ministério e este governo demonstram.
Inadmissível num país civilizado.
Soube-se agora que no Lar de Vila Nova de Foz Côa há 53 infetados dos pouco mais de 60 utentes!
E a ministra (???) acéfala ainda veio acrescentar com cinismo que os lares deveriam ter planos de contingência. Fantástico: por cada trabalhador/a no lar, tinha que haver um "suplente" à espera que os bruxos adivinhassem que ia aparecer o vírus da China....É isto, mona acéfala, ministro? 
QUE FAVORES COSTA LHE DEVE PARA ELA  SER MINISTRA?
Não ficou por aqui a ministra em mostrar os seus dotes para a saúde e assuntos sociais.
Há 2 ou 3 semanas garantia que o "pico" da pandemia ia ocorrer em 14 de abril...Assim mesmo, nem 13 nem 15...14 de abril.
Mas hoje fez uma nova descoberta: o pico já só aconteceria em finais de maio.....nem mais! mês e meio depois. Tanta sabedoria e controlo da situação faz-nos ficar de boca aberta.
Mas há mais ciência pura neste governo: a ministra da agricultura descobriu que o vírus da china seria benéfico para agricultura, porque iria aumentar as exportações.....
Então os mortos, os infetados, a dor e sofrimento nas famílias...? Não contam, obviamente, porque o desprezo pela vida humana é típico dos governos A Costa: viu-se com os incêndios e os mais de cem mortos, com o governo a assistir ao espetáculo e, findos os incêndios, Costa ir de férias (por acaso ele sabia que não ia haver mais? ou melhor, só em outubro??? )
Mas a incompetência crassa não se ficou por aqui.
Não havia qualquer controlo dos passageiros à chegada aos aeroportos. Já a Itália tinha problemas graves e os passageiros dos aviões provenientes da Itália não tinham qualquer rastreio nos aeroportos. Foi assim que o vírus da China entrou em Portugal: um médico de Penafiel que fora a conferências a Itália veio infetado, mas não foi sujeito a rastreio (como se via em muitos aeroportos por esse mundo...) ao entrar em Portugal pelo aeroporto Francisco Sá Carneiro. É o doente zero, ou sejo, o primeiro infetado e também o primeiro a falecer com o vírus. Entretanto, depois de chegar, conviveu com a família, amigos, talvez doentes a seu cargo espalhando inconscientemente o vírus.
Pergunta-se: onde estava a cooperação entre o ministro das Infraestruturas e do maseratti (Pedro Nuno Santos), a ANA, e a ministra acéfala, Marta Themido? Não deveriam fazer uma coisa muito simples: chegar a acordo para técnicos de saúde procederem ao rastreio dos passageiros vindos, pelo menos, de países já com infetados, e colocar em quarentena, pelo menos, os passageiros infetados? o mesmo aconteceu com outras 2 pessoas infetadas: mãe e filha foram passar o carnaval a Itália e também vieram infetadas. E também, obviamente, não foram sujeitas a rastreio à chegada ao aeroporto.
É incúria, negligência, desleixo, incompetência a mais para situação tão grave...
Todos nós sabíamos do descalabro do SNS: urgências encerradas em zonas de muita população, demissões em bloco de direções clínicas por ausência de condições, falta de medicamentos, de materiais necessários (até almofadas, sei por experiência própria...), fraca alimentação, etc.
E a célebre ala pediátrica do IPO do Porto, símbolo máximo do desprezo cínico pela dor, sofrimento e vida humana...neste caso de crianças! 
Como é óbvio, estes factos concretos indesmentíveis não serão analisados nas TVs e outros media porque vivem do sectarismo doentio, paranóico até, das fake news, da servidão à geringonça, às máfias da corrupção,  LGBT, selvajarias islâmica e marxista. Informar e coordenar todos estes temas seria suficiente para mostrar a total incompetência, desleixo, incúria do governo e culpa grave na entrada do vírus, da impreparação de braços cruzados para o combate à epidemia, das incongruências.
Como podem os portugueses confiar em "responsáveis" tão incompetentes, arrogantes, mentirosos (como A Costa mostrou na entrevista à TVI..)?
E para esconder estas falhas homicidas, os lacaios nas redações dos media andam a intoxicar o povo com o herói A Costa porque exigiu mais dinheiro da UE...sim, gastar dinheiro dos outros é apanágio da esquerda, não só da extrema esquerda estalinista, mas também da esquerda supostamente democrática...

Etiquetas: , , , , , , , , , , , , ,

2.3.20

MENTIRAS SOBRE O CORONA VÍRUS NO IRAN E NA CHINA

Os governos totalitários que controlam toda a vida dos países mentem descaradamente; facto incontestável, mas que muitos defensores das selvajarias marxista e islâmica tentam esconder ou até elogiar.
Na China, o governo comunista controla tudo (obviamente com milhões de polícias e sem qualquer respeito por direitos humanos): tribunais; media, governos regionais, locais, etc. Não há entidades independentes para elaborar verdadeiras estatísticas, na economia, saúde, demografia, nível de vida, etc.
A Drª Nicole Saphier conhece bem o sistema de saúde chinês; há falta de médicos, enfermeiros, hospitais, principalmente, urgências. Os media tentam dar um aspeto de harmonia no combate ao vírus, mas ela considera o sistema uma autêntica carnificina, onde é muito difícil sobreviver.
A propaganda do hospital construído em dez dias é mesmo...propaganda. Hoje, os hospitais exigem máquinas sofisticadas, infraestruturas que sustentem essa maquinaria. Construir e implantar tudo isso em 10--12 dias é seguramente impossível.
Os media de Hong Kong têm alertado para a cremação de cadáveres que diminuem a lista de mortes, mas não iludem as famílias que procuram os doentes e ...nada lhes dizem.
  
No Iran, são os ayatollahs quem tentam controlar, mas torna-se mais difícil porque existe propriedade privada, na habitação, emprego, automóveis, o que significa alguma segurança, muitas etnias, tribos, dialetos e tradições próprias. O islamismo imposto com milhões de mortos permite, por isso, mais abertura que o também assassino regime chinês.
O número de vítimas anunciado oficialmente pelo regime dos aiatolás é criticado frontalmente quer pelo cálculo das vítimas mortais, quer, mais importante, por membros secundários do regime., inicialmente, mas que agora atinge o ministro da saúde (Iraj  Harirchi ) e uma Vice Presidente da República (Masoumeh Ebtekar )
Faisal-al Yafai, corajosamente, tem denunciado esse "cover up", as mentiras sobre o número baixo de vítimas para convencer a população de que está a lutar contra a doença.
A cidade de Qom, considerada pelos xiitas um lugar sagrado, com inúmeros santuários dedicados aos fundadores deste ramo do islamismo, é curiosamente o epicentro do vírus.
Um membro do parlamento da cidade, Ahmad Amirabadi-Farahani revelou, ainda em fevereiro, que já tinham morrido 50 pessoas, só em Qom, apesar do regime agora indicar 54 como mortes a nível nacional.
Os ayatollahs não fecharam os lugares de visita nem a cidade; pelo contrário, invocam ser um lugar de cura de doenças e incentivam a visitar a cidade.

Etiquetas: , , , , , , , , ,

22.2.20

OS ASSASSINOS NA VENEZUELA E OS AMIGOS NOS MEDIA

A Venezuela é o país fora de África onde mais se morre devido à FOME e às atrocidades dos policias do regime.
Mas os media em Portugal escondem e CENSURAM estas verdades intocáveis.
O regime é marxista; logo, não se pode criticar muito, porque os bandidos que controlam as redações dos media alinham pela defesa tresloucada da selvajaria marxista e islâmica.
Segundo o Expresso (num dos raros casos de crítica aos assassinos do regime) o povo de uma região com muitos portugueses pede medicamentos, roupas e suplementos alimentares. Dinheiro, não vale a pena, porque o regime não tem bens alimentares e outros para vender.
Há dias os media falaram na Venezuela devido à viagem de Guaidó na TAP; a TAP foi proibida de voar para Caracas; isso sim é notícia para o jornalixo! Morrem seres humanos à fome e agredidos pelos esbirros do Maduro?  ah que interessa: o regime é marxista, é a utopia a correr mal.
O PCP, como sempre, colocou-se ao lado dos algozes do regime, como faz com a Coreia dos Kim; Angola, Lula etc...Sempre, sempre ao lado dos carniceiros.
Os outros partidos encolhem os ombros e assobiam: mas arrotam serem defensores dos direitos humanos: cúmulo da hipocrisia, do desprezo..
Apenas Paulo Rangel, eurodeputado do PSD, inquiriu o alto representante da UE para as relações externas, Josep Borrell, sobre a TAP; mas deveria ter sido Rui Rio a exigir explicações ao governo, sobre a TAP e sobre a miséria em que vivem os portugueses e luso descendentes. Mas já se percebeu que Rio e a sua direção são um bando de mansos que nada criticam, mesmo estando os erros e crimes diante do nariz.
Porquê?  porque a selvajaria marxista e islâmica são os aliados que dominam a politica, os media, a kuultura, as universidades...
E depois venham com o ditador Salazar: o POVO cada vez está mais consciente desse embuste e dos políticos sem carácter e personalidade, lacaios da corrupção e das grandes máfias do dinheiro que vendem FAKE NEWS , mentiras contra os políticos sérios.
Ah: porquê a Venezuela vive nesta miséria? Simples: porque a China e Rússia bloqueiam no Conselho de Segurança da ONU qualquer aumento do apoio humanitário e mudanças para uma democracia real dos direitos humanos: sugam o petróleo da Venezuela, enquanto enchem as contas bancárias de Maduro, dos generais e dos algozes das sevícias...
Tudo escondido e censurado nos media: a intoxicação do "bom comunismo e bom islamismo" é o lema do jornalixo que temos. 

Etiquetas: , , , , , , , , , , , , , , ,

10.2.20

LI WENLIANG: O HERÓI - MÁRTIR DO CORONAVÍRUS

Sendo oftalmologia a sua especialidade, apercebeu-se da gravidade da situação e alertou vários colegas.
Foi infetado pelo vírus quando tratava de um doente.
Faleceu agora no Hospital Central de Wuhan; de início, a sua morte foi negada pelas autoridades ( já adivinhavam que iria ser um herói nacional...). mas finalmente, confirmada.
Com apenas 34 anos, deixa viúva grávida. 
É um herói para o povo chinês, apesar da censura de ferro que o governo comunista impõe nas comunicações.
Mais dois heróis estão dados como desaparecidos. 
Chen Qiushi, jornalista independente da ditadura comunista, (mais independente que os jornalistas livres ocidentais...) elaborou várias reportagens sobre a gravidade da epidemia que vão muito além das noticias/propaganda do regime.
Há vários dias que família e amigos não têm notícias dele.
Outro desaparecimento assume contornos mais graves: Jiang Yangyong é médico cirurgião militar e esteve por dentro dos massacres ( os media ocidentais costumam dizer protestos, porque as suas cabeças não foram esmagadas por tanques militares...) na praça Tianamen em 1989.
O pânico dos ditadores chineses é que ele comprove que os massacres foram muito piores do que os media oficiais comunistas e os papagaios ocidentais espalham;  isto apesar dos criminosos responsáveis pelos massacres já terem morrido (Deng Xiaoping e Li Peng) e, supostamente, serem mais liberais do que o atual gang de ditadores.
Mas não. Está calado, como é timbre dos ditadores escondidos na Cidade Proibida para que as culpas assentem todas nos dirigentes de Hubei e Wuhan...
Além de ditador assassino, é também covarde.
Além da propaganda dos tótós ocidentais sobre o hospital construído em dez dias, há também doentes isolados em campos semelhantes aos de concentração: significa que a pandemia é muito pior do que o governo ditador espalha, e para isso fechou e cercou cidades com milhões de habitantes.
Com a ajuda do "google translate", ficamos a saber que o número de mortos e infetados é muito superior aos números oficiais; muitos corpos são cremados para não entrarem nas contas oficiais, nem sobrecarregarem os trabalhadores funerários.
Preparam-se grandes mudanças na ditadura comunista chinesa: ou a queda de Xi, e/ou revoltas em todo o país com milhões de mortos, cópia da "revolução cultural", que, de qualquer modo, irão afetar a expansão da economia chinesa, com desemprego, falência de fábricas...e o fim do sonho/alucinação da China comunista como maior potência do mundo...
Alucinação que há uns anos fazia a delícia dos "bruxos" marxistas admiradores da barbárie nos media e universidades; só faltando um pormenor: em que ano essa era dourada iria começar! 
Para alguns seria já em 2020.....

Etiquetas: , , , , , , , , , , , ,

2.2.20

PRIMEIRO ALERTA DE CORONAVÍRUS: ALGORITMO DE INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Soleimani; Abate de avião ucraniano; Incêndios na Austrália; Eleição do Pr do PSD; Primárias do Partido Democrata EUA; Impeachment de Trump; Joacine Moreira; Isabel dos Santos; Kobe Bryant; Brexit;......Coronavírus.
Nos últimos tempos, sucedem-se a ritmo galopante factos e notícias que atraem a atenção de todo o mundo e Portugal em especial em alguns casos.
Ótimo para os regimes mais bárbaros que respiram de alívio com o "esquecimento" dos media. Na realidade, o esquecimento é quase permanente devido ao controlo férreo dos media nesses regimes, e pior que isso, pelo esquecimento/censura que as redações dos media no Ocidente efetuam para dar boa imagem dos vândalos: Coreia do Norte; Venezuela, quase todos os mais de cinquenta países muçulmanos; Cuba....
A China tem mais de 1 bilião e trezentos milhões de habitantes; mas só há meia dúzia de Tvs, jornais e rádios, todos do partido comunista que, obviamente, transmitem só o que interessa ao regime: cópia perfeita de Estaline e Hitler.
Há, no entanto, alguma especulação (com fundo de verdade...) sobre se as notícias sobre o coronavírus, fornecidas pelo regime comunista, correspondem à verdade no que respeita ao número de infetados e de vítimas: há quem garanta, mesmo dentro do sistema de saúde chinês, que são muito mais ( andou um vídeo na internet de uma suposta enfermeira chinesa que falava em dezenas de milhar de infetados e milhares de mortos).
Também a origem do vírus causou polémica, devido à presença na região (Hubei/Wuhan) onde começou a epidemia de laboratórios de armas químicas e biológicas das forças armadas chinesas. 
Como todos os dias há atualização do número de infetados e vítimas, e para que países alastra, vamos realçar um feito inédito (que passou ao lado dos media...) da Inteligência Artificial na avaliação da pandemia.
Então vejamos:
O CDC dos EUA (Centers for Disease Control) baseado em Atlanta e entidade de referência a nível mundial, deu o alerta a 06/janeiro/2020.
A OMS (Organização Mundial de Saúde), na sigla portuguesa, WHO na sigla inglesa, fez um alerta semelhante em 09/ janeiro/ 2020.
Mas a BlueDot enviou mensagens com preocupações aos seus cientes sobre a doença em 31/dezembro/2019.... 
Não vou descrever as vantagens e/ou desvantagens da IA; daria para discutir imenso.
Apenas dar a conhecer um facto que será histórico e que as entidades mundiais deveriam aproveitar para precaver o alastrar de pandemias, sabendo-se que, nas doenças, a deteção precoce das mesmas é de importância vital.
Foi o "Wired" quem analisou e relatou esta sequência.

PS: Até hoje, o todo poderoso ditador Chinês, Xi Jinping ainda não disse uma palavra em público sobre a pandemia. Não basta viver na Cidade Proibida ao povo; o SG do PCC e PR da República Popular não deu qualquer esclarecimento ao Povo...


Etiquetas: , , , , , , , , , ,

13.1.20

PAQUISTÃO : ADVOGADOS ATACAM HOSPITAL E MATAM DOENTES

A selvajaria islâmica não pára de nos surpreender.
Não eram, pois, iletrados fanáticos das madrassas. Eram das pessoas mais cultas, embora as leis sejam baseadas nesse livro símbolo da barbárie chamado AL QURAN, que constitui a SHARIA.

Obviamente, este ato heróico não foi notícia nos media: só os tiroteios nos EUA. Sim, as redações dos media também vivem numa cultura de barbárie e selvajaria.
Na invasão, os advogados correram com os médicos e enfermeiras, tiraram as máscaras de oxigénio e tubos das veias...
Tudo começou quando um advogado exigiu prioridade no tratamento no hospital, que lhe foi negado pelos médicos; de imediato, foi à polícia denunciar o ato como crime de terrorismo dos médicos. 
Levando nova negativa, foi chamar uns colegas para confrontar os médicos.
Não contentes com a discussão, no dia seguinte uma horda de cerca de duzentos advogados invadiram então o hospital destruindo carros dos profissionais, equipamento médico e assassinaram os doentes .....
Asqueroso..    

Etiquetas: , , ,

5.1.20

QASSEM SOLEIMANI: GLOBAL MASS KILLER (I)

Qassem Soleimani, comandante chefe da força Al Quds, braço armado para operações militares no estrangeiro da Guarda Revolucionária Islâmica do Iran, foi assassinado com mísseis disparados por drones dos EUA, em viagem do aeroporto internacional para a cidade de Bagdad, onde esteve reunido na zona de cargas com milícias xiitas do Iraque com objetivo de fomentar atentados. Tinha vindo da Síria onde reunira com aliados e comandantes da Al Quds com o mesmo objetivo.
Conheço o Iraque como as palmas das minhas mãos, garantiu Qassem Soleimani à Reuters.
Nascido em 1957 na cidade iraniana de Kerman, Qassem era um herói da guerra IRAN-IRAQUE dos anos 1980 iniciada por Saddam Hussein e que terminou ....sem vencedores.
Na verdade, Saddam quis aproveitar o vazio da Pérsia-Iran na sequência da revolução islâmica de 1979 sob a égide do Ayatollah Khomeini, que ceifou milhares de chefes militares e políticos persas e e expulsou o Sha Rezha Palevi, um dos principais aliados dos EUA no mundo. Era PR dos EUA James Carter.
Nessa guerra, Qassem foi um operacional de exceção executando atos militares, principalmente subversivos, que lhe deram experiência única e projeção nacional.
Em 1988, entrou para a Guarda Revolucionária Islâmica, (GRI) o corpo militar de defesa do regime assassino e bárbaro da República Islâmica do Iran, responsável pela segurança dos ayatollahs, militares e controlo, perseguição e assassínio de qualquer oposição ao regime. Também nestas tarefas se mostrou assassino implacável contra as veleidades de direitos humanos.
Com a experiência de teatros de guerra nos países vizinhos, em 1998 foi nomeado comandante da força Al Quds, a tropa de elite da GRI, criada logo em 1979 com a revolução islâmica, e encarregue de exportar a selvajaria xiita pelos vizinhos sunitas e depois pelo mundo inteiro. É assim que nasce o apoio em armas, treino e dinheiro ao Hezbollah no Líbano, ao Hamas na Faixa de Gaza e a grupos de milícias no Iraque que combinam os atentados com o xiismo, de que é principal ator Moqtad al Sadr, e, mais recentemente, aos Houthis no Yémen com o objetivo de cercar os inimigos sauditas.
Além de expoente operacional, Qassem era um estratega que assegurava as melhores condições de guerra subversiva a estes grupos de milícias.
Segundo Alireza Jafarzadeh, vice diretor do Conselho Nacional de Resistência do Iran, um grupo de oposição aos ayatollahs reconhecido pelos países ocidentais, Qassem foi um dos maiores criminosos da História do Iran, cujas mãos estavam sujas com o sangue de centenas de milhares de iranianos.
No Líbano, orquestrou a morte do sunita Rafiq Hariri, em 2005, então primeiro ministro aliado do Ocidente, pai de atual, de acordo com investigação de grupo especial da ONU cujo relatório foi em parte transcrito pelo "New Yorker" em 2013. Apesar de viajar em carro super blindado, a violência da explosão fez uma enorme cratera na rua e despedaçou a viatura.
Na Síria, era o arquiteto da manutenção no poder de Bashar al Assad, com o apoio de milhares de iranianos da força Al Quds, e das brutalidades do regime incluindo o uso de armas químicas fornecidas pela Rússia.
Na Argentina, orquestrou os atentados contra a embaixada de Israel em 1992, e o centro judaico em 1994, com mais de cem civis mortos.
Nos Estados Unidos, em 2011, os seus operacionais tentaram assassinar o embaixador da Arábia saudita Adel al Jubeir.
Nunca é demais relembrar, porque os media no Ocidente escondem seguindo as causas selvagens das suas redações, as leis asquerosas da República Islâmica do Iran, e que já em vários textos fizemos referência: o assassínio à pedrada de mulheres culpadas de relações sexuais antes ou fora do casamento, a obrigação de quatro homens atestarem o testemunho de uma mulher nos tribunais, a poligamia, as chicotadas e prisão para mulheres que não usem o véu na cabeça, o enforcamento de homossexuais, etc.
Perante isto, pergunta-se: porquê a defesa tresloucada deste regime nas redações dos media e em políticos ocidentais como a louca Federica Mogherini, que foi Alta Representante da UE para a Política externa...?

17.12.19

VENEZUELA: MISÉRIA E POBREZA ESCONDIDAS PELO MUNDO

Com efeito, 4,6 milhões de venezuelanos fugiu do país desde 2015, ou seja, 16% da população.
Na Síria, o número de refugiados atingiu cerca de 4,8 milhões de pessoas nos quatro anos seguintes ao início da guerra civil em 2011. Recorde-se que só em 2015 a Europa foi assolada por refugiados na sequência das fotos aterradoras do menino Adam Kurdi afogado numa praia turca.
Com as multidões a fugir da ditadura cruel a demente de Maduro, o Brookings.Institute estima que em finais de 2020 o número de venezuelanos refugiados nos países vizinhos seja de 6,5 milhões em 2020, superior aos 5,7 milhões de sírios.
Mas o que deve provocar indignação e revolta ( era desses factos que a ONU, GUTERRES E GRETA DEVERIAM FALAR, porque a fome, doenças, torturas não dão vida até 2050...!!!) é que a comunidade internacional gastou 5, 7 biliões de dólares com refugiados sírios nos primeiros quatro anos, ou seja, de 2011 a 2015, o que dá média de 1.500 dólares por pessoa, enquanto no que respeita à Venezuela o total doado pela comunidade internacional soma 580 milhões de dólares desde 2015, o equivalente a 125 dólares por pessoa.
VERGONHOSO.
Os primeiros culpados desta diferença brutal são;
1- Rússia e China: utilizam o bloqueio no Conselho de Segurança da ONU para impedir ajuda humanitária (alimentos e medicamentos, principalmente) ao povo da Venezuela, e sustentam Maduro, autor de crimes contra a Humanidade, para obter petróleo a preços baixos enquanto enchem as contas bancárias das famílias Chávez, Maduro e dos generais que defendem o regime. A Rússia, em especial, tem interesse no petróleo barato (apesar de ser o 3º maior produtor mundial) e na ocupação da Venezuela como base militar na América do Sul. Fácil: basta encher os bolsos dos generais, com total desprezo pelos seres humanos que morrem à fome ou torturados pelos esbirros das policias, venezuelana e cubana.
2-As agências da ONU com Guterres à cabeça; mais culpado ainda por ter sido alto comissário para os refugiados, bem instalado em Genebra.
3-Os media que constantemente, e bem, mantinham a figura de Adam Kurdi (menino curdo, que deveria ter fugido por via terrestre, mas cujas fronteiras Turquia- Síria estavam fechadas para os refugiados, mas não para os tráficos de armas, petróleo, terroristas do ISIS pelo criminoso de guerra Erdogan...) lembrada ao mundo, mas que muito raramente denunciam os crimes, fome e miséria na Venezuela; só confirma a tendência das redações dos media para esconder as selvajarias marxista e islâmica (deitando as culpas do Síria para as potências estrangeiras..!!!  sem saberem quais), o que dá carta branca a Maduro, um dos assassinos mais execráveis dos tempos atuais, para os seus atos de carniceiro. 
4- políticos, em especial da UE: tão preocupados com os refugiados islâmicos apesar das agressões, matanças, ameaças aos direitos fundamentais que, diariamente, provocam, e desprezam a miséria, fome, ditadura cruel na Venezuela.
As mulheres gastam em média 10 a doze horas em filas para obter, quando podem, comida. Medicamentos e alimentos são controlados pelo governo: quem se manifestar contra, nada recebe.
A polícia política FAES, copiada de Cuba, composta por torturadores e assassinos implacáveis, mata milhares de pessoas que reclamam alimentos básicos todos os anos. 
Mas os relatórios não têm mudado a grave crise humanitária....
Hora de agir, urgente, só para espetáculos de Greta. Entretanto, milhares de venezuelanos morrem à fome ou torturados pelos carniceiros das policias e do FAES de Maduro.

Etiquetas: , , , , , , , , , , , , ,

9.12.19

SAÚDE EM PORTUGAL: SNS E A UE

A saúde em Portugal sofre de doença gravíssima: 
o SNS está à beira do colapso: 
Urgências fecham em grandes hospitais, direções clínicas demitem-se em bloco; 
faltam medicamentos e material imprescindível nos hospitais; 
dívidas do Estado ao SNS (que é do Estado!!!) ultrapassam mil milhões de euros; caos no atendimento dos doentes, e também muita incúria, desleixo e negligência dos profissionais de saúde, quer nos estabelecimentos públicos quer privados.
A principal causa é a obsessão doentia de Mário Centeno ( com o apoio explícito de A Costa, e implícito do PCP  e BE, que apoiaram o governo...) pelas cativações orçamentais, algumas de teor criminoso, como é o caso da ala pediátrica do Instituto de Oncologia do Porto.
Quantos portugueses não terão falecido por causa do caos, falta de meios e incúrias?
Mas os portugueses pagam imenso pela saúde em geral! como refere um relatório da Comissão Europeia, que adianta, inclusivé, que há famílias com despesas catastróficas!
Na realidade, os gastos de Portugal com a saúde em geral estão abaixo da UE; mas os portugueses pagam mais do seus rendimentos do que os restantes europeus, visto que o tão elogiado SNS tem um nível muito elevado de despesas não reembolsadas.
Os gastos de Portugal com saúde são inferiores aos restantes países europeus, com a despesa a traduzir-se em apenas um terço da média da União Europeia. A componente pública da despesa foi a que registou a queda mais expressiva, entre 2010 e 2017. Nestes sete anos, a despesa pública com saúde caiu de 69,8% para 66,4%, uma redução que teve como base o programa de ajustamento económico, ou seja, o empréstimo da Troika para evitar a bancarrota total.
Contudo, quando se olha para os cuidados que os portugueses têm de pagar diretamente no SNS, a conclusão é totalmente diferente. Correspondem a uma fatia de 27,5% das despesas, o que é quase o dobro da média europeia, de 15,8%.
Estes dados seriam mais do que suficientes para os media em geral e TVs em particular informarem os cidadãos portugueses e, mais, provocar debates sérios.
Mas os media seguem a agenda do governo, e pior, servem de propaganda: escondem os problemas graves.
Obviamente, o governo não quer os debates porque ficaria demonstrada a sua incompetência, péssima gestão, incúria e desprezo pela saúde e vida dos portugueses.
Como sempre, perante a propaganda governamental dos media, com imensas FAKE NEWS, restam as redes sociais para informar a VERDADE ao povo português.

Etiquetas: , , , , , , , , ,

19.11.19

EUA REFLORESTAM PINHAL DE LEIRIA

No dia 16 de novembro, decorreu uma iniciativa a todos os títulos louvável da embaixada dos EUA destinada a sensibilizar Portugal e as crianças em particular para a importância do Pinhal de Leiria e a necessidade da sua reflorestação.
Essa ação, intitulada FESTVERDE para a qual já foram recolhidos apoios que permitem a compra de dez mil (10.000) árvores da mesma espécie das existentes, é um sinal concreto muito forte para a defesa da floresta e também, digo eu, uns valentes murros no estômago para quem muito fala em ecologia e ambiente mas quase nada faz por isso.
É uma vergonha para o governo português que seja um país estrangeiro (atualmente achincalhado pelos traumatizados do ódio...) a preocupar-se e recuperar com esta ação uma área histórica de quase oito séculos de Portugal.  

Etiquetas: , , , ,