28.6.17

FRANÇA e MACRON: Um País; Dois Sistemas

Macron caíu da alta finança no Governo socialista de Hollande, saltou do governo quando víu que o mesmo não tinha futuro, e, com a alta finança internacional e islâmica do petróleo a vender o produto, ganhou as eleições presidenciais e legislativas francesas.
O melhor candidato, o mais preparado, François Fillon, levou com estrondo, em cima da campanha, com "investigações" judiciais que, como era de prever, desapareceram totalmente dos media após as eleições!

Ou seja, a alta finança internacional e islâmica queimou Fillon, para o seu ponta de lança, Macron, ganhar!

Macron, e o seu conjunto de apoiantes e políticos aparecidos do nada, não têm suporte ideológico: move-os a argamassa do poder.
Daí não ser surpresa os casos de conflitos de ética que tombaram já cerca de meia dúzia de ministros...e muitos mais casos vão ocorrer.
Tal como aconteceu com Hollande há cinco anos ( que foi martelado pelos media como o milagreiro do fim da austeridade e combatente invencível anti Merkel...), também Macron vai ser um fiasco, um flop...
Para já, ficou enredado e dependente de Merkel.
Por outro, fez voz grossa contra a Polónia, Hungria e Eslováquia, qual micro-Napoleão, para levarem com os "refugiados" islâmicos, e consequentes matanças de inocentes.

Ora, como já esclarecemos, a França vive com dois sistemas legais, judiciais, administrativos, enfim, dois sistemas de Estado totalmente opostos.
E que fez/faz Macron perante isto? Nada: assobia para o lado e deixa a selvajaria islâmica à solta.
E quer obrigar outros a aceitar esta incongruência de consequências nefastas!
Com o aumento exponencial de população islâmica e de mais migrantes/refugiados, a França arrisca-se a ser o primeiro país dos carniceiros da "sharia" na Europa....a não ser que Marine ganhe daqui a cinco anos, o que se afigura cada vez mais possível.
Veja-se a receção triunfal em Amiens na fábrica da Whirlpool, enquanto Macron foi assobiado.
Entretanto, as vítimas da selvajaria islãmica da aplicação da "sharia" nem merecem uma vírgula dos media nem dos políticos...
Triste França....onde a maçonaria da, e desde, a Revolução Francesa te conduziu...

Etiquetas: , , , , , ,