28.6.08

Abraça-me

num abraço...

o teu corpo, leito de rio, onde me estendo, deixo vogar, confiante e sem destino.


Etiquetas:

6 Comments:

Blogger Pink said...

Até parece ser fácil fazer 1 declaração destas...
Lindo, mesmo muito lindo..e que nos toca bem fundo.
Até..

28/6/08  
Blogger Renata Maria Parreira Cordeiro said...

Que declaração mais singela. Quisera eu receber uma semelhante. Acho que não sabe, mas na terça tirei um câncer do útero, mas já estou em casa. Postei um agradecimento a todos, mesmo àqueles que nada sabiam.
Apareça por lá,
wwwrenatacordeiro.blogspot.com/
não há ponto depois de www
Um beijo afetuoso da Rê

28/6/08  
Anonymous Anónimo said...

Acabei de ler e ouvir os dois.
Ainda estou arrepiada..........
Agora percebi a tua ausência (curta), mas para nós que gostamos de te ler, é sempre longa. NUNCA PERCAS ESSA TUA FORÇA, E VERÁS QUE TUDO SE RESOLVE A CONTENTO.
Quanto: ao Sr. Prof. VITOR AMADO, ele sabe que o leio sempre, e agora o Osátiro também. Não comento tanto, porque o simples facto de ver algumas atrocidades nas notícias, deixa-me indignada, e IMPOTENTE.
Mas gostei do elogio (merecido) que te fez.
TODA A FORÇA DO MUNDO, PARA O MOMENTO DIFÍCIL, QUE PASSASTE, OU ESTÁS A PASSAR.
Beijinhos para todos, e as melhoras da Renata.

28/6/08  
Blogger almàjanela said...

pink

quando se ama, as palavras brotam, acredita.

muito obrigada pela tua apreciação.

beijos, alma

30/6/08  
Blogger almàjanela said...

renata

da alma... rápidas melhoras, é o que lhe desjo.

e obrigada.

bjs, alma

30/6/08  
Blogger almàjanela said...

amiga anónima

obrigada, as coisas já se encaminharam, a escola mais calma e sempre dá para descansar um pouco entre o trabalho q há.

foi muito simpático da tua parte.

cá estarei mais regularmente.

beijo para ti, grande, alma

30/6/08  

Enviar um comentário

<< Home