24.10.08

A Frase

Tenho tido o privilégio de, nas últimas sextas-feiras, ir almoçar com os meus pais. Hoje não foi excepção. Nos seus 87 anos, a minha mãe saiu-se com este dito popular. Com um beijinho para ela e meu pai, a frase da semana, em forma de quadra popular

A preguiça tinha sono
Foi pra cama e se deitou
Com preguiça de se erguer
Nunca mais se levantou.

Etiquetas:

8 Comments:

Anonymous Jose luis pureza said...

preguiça aprendeu costura
mas sempre que costurava
só para não por o dedal
sempre os seus dedos picava

Preguiça foi a liçao
ler escrever e contar
deixava a memória em casa
com preguiça de a levar

um dia a preguiça
fez a cama e se deitou
só para nunca mais a fazer
nunca mais se levantou

24/10/08  
Blogger Vítor Amado said...

jose luis: obrigado pelas quadras.
bom fim de semana

24/10/08  
Anonymous Anónimo said...

Que lindos pais, podiam ter-se limitado ao provérbio: a preguiça morreu de sede, com preguiça de se baixar.
Beijos a esses pais com essa linda idade.

24/10/08  
Anonymous vitor m said...

VA, permite-me que extrapole esta sábia frase para o momento que vivemos na educação.
Se nos der a preguiça/conformismo e ficarmos em casa a 8 e/ou 15 de Nov, nunca mais nos levantamos.
E a sinistra terá mais um dos seus momentos de "glória"...

25/10/08  
Blogger Jacinto Figueiredo said...

Olá, a minha mãe tem 95 anos e também me recordou o seguinte ditado popular:
"A preguiça morreu à sede com a preguiça de beber".

Cumprimentos ao VA e seus Pais

25/10/08  
Anonymous Anónimo said...

É mesmo um raro privilégio hoje em dia o senhor VA ainda poder partilhar estes momentos de sabedoria popular com os seus pais! Aproveite bem!!
Beijinhos
Quelita

25/10/08  
Blogger Vítor Amado said...

anonimo: obrigado pela mensagem. bj
anonimo(quelita):obrigado tb. bj.bom fim de semana

26/10/08  
Anonymous Anónimo said...

Aproveita bem a companhia desses teus maravilhosos pais, e toda a sua sabedoria,além da linda idade que eles teêm.Beijo grande e fofo, tua amiga mª dos anjos

26/10/08  

Enviar um comentário

<< Home