9.10.10

Liu Xiaobo: A Coragem da Academia Sueca

A Academia que tem por dever a escolha do Nobel da Paz é, talvez, a Academia mais corajosa, perspicaz e com sentido de Humanidade e Direitos Humanos.
Contrasta em absoluto, por exemplo, com a Academia da Literatura que escolhe Nazis (Günter Grass...) defensores dos campos de concentração stalinistas (Saramago, Grass...), sendo, quase sempre, esscritores medíocres.
Este ano enganou-se e escolheu um grande escritor e Humanista: Mario Vargas Llosa.
Sobre o regime Chinês- policial, assassino, genocida de tibetanos, suporte dos regimes mais sanguinários do planeta- já várias vezes aqui escrevemos.
A escolha de Liu Xiaobo -herói da luta pelos Direitos Humanos contra o monstro policial e assassino Chinês- para Nobel da Paz é uma bofetada nos tiranos e um Hino á liberdade, á coragem, ao Humanismo.
Eu, pessoalmente, preferia Guillermo Fariñas, herói cubano dos Direitos Humanos, autor da greve de fome para chamar a atenção do Mundo para outro regime assassino, policial que mantém o povo na fome e miséria.
Seria o ano indicado, visto que este ano a luta dos heróis cubanos teve repercussão mundial (já não era sem tempo...), e obrigaria o gang Castrista a acelerar a abertura à democracia.
Mas, obviamente, o Mundo Livre deve regozijar-se com esta escolha, que está a deixar os dirigentes assassinos comunistas chineses em pânico, apesar do total controlo policial sobre o País, que incluíu a óbvia censura da notícia.
Mas outros Heróis Chineses mereciam também a Honra de ser Nobel da Paz..como escrevemos já em vários posts, entre eles, os Heróis que lutaram contra os tanques assassinos na Praça Tiananmen.
Já em 01.09.2009 nós escrevíamos sobre a CARTA 08 e o seu líder: Liu Xiaobo.

Etiquetas: , , , , , , , ,