9.6.11

Selvajaria Islâmica--KADHAFI (II)

Já escrevemos bastante sobre a selvajaria islâmica e a sua génese em Maomé e consequente tradição desde há 1400 anos.

Nunca é demais recordar que o "profeta" foi chefe de bandos armados salteadores, ladrões e assassinos...e que foram as conquistas de tribos árabes por estes bandos que constituiram a base da expansão do islamismo.

A vida pessoal do "profeta" é, também, fundamento do islão.

Maomé raptou Aisha, uma menina de OITO ANOS, VIOLOU-A e "casou" com ela.

Os muçulmanos sabem desta faceta e procuram copiar o "profeta"...

Desde então, o rapto e violação de mulheres tem sido mais ou menos aceite pelos tribunais islâmicos.

É frequente a violação de adolescentes não islâmicas, em especial Cristãs, em muitos países, como Paquistão, aqui também, Bangla Desh, Nigéria, Sudão....para que fiquem "sujas", "queimadas" e se "casem" com os violadores.

No Egipto da revolução, aumentou a barbárie islâmica.

Na Arábia Saudita, há relatos de emigrantes, em especial Filipinas, violadas que, como recompensa, são presas e muitas vezes chicoteadas em público...a violação é sempre culpa da mulher:ou por causa das roupas, ou por não andar acompanhada por homens da família, etc.

Mas, tudo isto, porquê?


Palavras para quê?

É um artista islâmico...

Etiquetas: , , , , , ,

1 Comments:

Blogger Skedsen said...

Em jeito de cântico: é só merda, é só merda, é só merda, filhos da puta, é só merda, ide pra grande puta que vos pariu. maomé era um filho da puta , um bêbado orgíaco, enrrabava cabras e camelos. è só merda., é só merda, é só merda...

11/6/11  

Enviar um comentário

<< Home