5.9.11

Arrogância Islãmica

Na Somália, perto de UM MILHÃO DE PESSOAS corre o risco de morrer à fome.


Apesar de toda a ajuda internacional, principalmente do Ocidente.

A Somália é um estado quase 100% islâmico e onde os não muçulmanos são tratados quase como animais....quando estão vivos.

É lá que tem a base o grupo Al Shabab que segue as regras da "Sharia" islâmica, cortando o pescoço a quem não segue o islão...ou até matar a tiro os distraídos que viam o Mundial da África do Sul na TV num café no Uganda. E eram mais de setenta.


Não consta que "os indignados" de Guantanamo e da guerra contra o assassino Saddam se tivessem indignado com esta selvajaria.

Mas o post é sobre a arrogância e desprezo dos países islâmicos riquíssimos para com os seus irmãos da Somália.

Nadando em petrodólares, compram clubes de futebol, carros, iates e aviões de luxo, constroem casas particulares de vários andares, cavalariças no deserto com ar condicionado, projectam torres de mil metros para gozar com o derrube das torres gémeas....e não matam a fome aos irmãos muçulmanos da Somália!.

Tem que ser o Ocidente, mais uma vez, a tentar salvar vidas humanas, mesmo numa região onde os voluntários correm perigo de vida.

Etiquetas: , , ,