26.9.08

Cólera na Guiné-Bissau

Todo o mundo fala nos perigos do HIV/SIDA e com toda a razão.

Mas, por vezes, a comunicação social, os "opinion makers" e os políticos esquecem outras tragédias que assumem contornos bem mais dramáticos.

É caso da malária.

E, agora, da epidemia de cólera que alastra na Guiné-Bissau de forma descontrolada, como nos dá conta o "site" "Fátima Missonária".
http://www.fatimamissionaria.pt/noticia5.php?recordID=16098&seccao=3

Devido às especiais relações de Portugal com a Guiné, esperemos que as Entidades competentes actuem com rapidez.

Etiquetas: ,

7 Comments:

Blogger Suzi said...

Há coisas tão básicas, tão básicas... mas tão desprezadas.
Não dá para entender.

26/9/08  
Blogger sofialisboa said...

a alária que mata tantas pessoas no mundo, mas como é doença de "mundo pobre" não tem investimento. obrigada pela tua visita sofia

26/9/08  
Anonymous optimista said...

Quais entidades incompetentes? As de Portugal? Se nem conseguem erradicar epidemias internas que duram há mais de 30 anos, como a epidemia governamental, vão agora conseguir seja o que for na Guiné...

26/9/08  
Blogger osátiro said...

Suzi, exacto, coisas básicas, que não exigiam muito investimento nosso-português.
Claro que a classe política Guineense não é exemplar.
Mas o que se exigia de nós não era muito.

26/9/08  
Blogger osátiro said...

Tb concordo com a Sofia; e mais, os lobbies a favor do combate ao HIV são muito poderosos e "esquecem" outras doenças infecciosas.

26/9/08  
Blogger osátiro said...

Optimista, parece que o comentário é um pouco pessimista...e com razão.
Mas para um país pequeno como a Guiné o esforço de Portugal (ou da ONU, ou AMI, ou Médicos sem Fronteiras...) seria bem pouco exigente.

26/9/08  
Blogger Renata Maria Parreira Cordeiro said...

Meu amigo:
Conseguimos transferir meu irmão para o Hospital do Coração, onde, daqui a 15 dias, lhe porão 4 "pontes". Fiz um novo post para ele e para vocês. Sei que esteve no meu Blog ontem, mas não deixe de ir, pois este post está caprichado.
Um abraço,
Renata
wwwrenatacordeiro.blogspot.com

26/9/08  

Enviar um comentário

<< Home