18.6.08

O Maldito Embargo Americano a Cuba

Muita propaganda se faz ao embargo dos EUA (USA,como queiram) a Cuba.
Mas é mais um embuste em que a esquerda (clássica e caviar) é especialista.
Cuba, e os cubanos em especial, vive dos americanos.
Parece uma blasfémia, mas não é.
Senão vejamos: uma das principais fontes de receita do regime comunista é a remessa de dólares dos refugiados ( que o regime se farta de condenar) que fugiram para os EUA, principalmente na Florida.
Normalmente apresentados como anti-Castristas empedernidos( como se lutar contra uma ditadura fosse em defeito grave...), são eles que ajudam a sustentar o gangue Fidelista com os $$$ que enviam para os familiares que não conseguem fugir de Cuba; e daí se compreender porque é que os familiares cubanos deixaram de ser perseguidos.
Nos primeiros quatro meses do ano, Cuba comprou alimentos e medicamentos aos Americanos no valor de 254,7 milhões de $$$.
Abril deste ano foi o mês em que as compras de produtos agrícolas pela empresa estatal "Alimport" atingiram o valor mensal mais alto:82,2 milhões de $$$.
Cuba tem óptimas condições para agricultura( o melhor da América Central), mas a corrupção e a incompetência colocaram o país numa situação delicada.
Exemplo dissso, é a "Fábrica La Conchita de Piñar del Rio" que precisa de importar tomate, guyabada e massa de côco para poder funcionar, quando o país comporta boas condições climatéricas e agrícolas para abastecer a fábrica.
Antes de se gritar, de maneira acéfala, os tradicionais slogans anti americanos um pouco de informação não ficava mal.
Sobre a vida em Cuba nos debruçámos já em "Como é Bom Viver em Cuba"
Estes dados foram retirados de "Cubanet" citando o Ministério do Comércio Exterior de Cuba.

Etiquetas: ,