25.10.08

O azar do morto

A notícia que qualquer pessoa que venha a falecer numa ambulância do INEM não pode continuar no veículo, é, no mínimo, surrelista. Mas que aconteceu, aconteceu, conforme notícia do Público. E se isto tivesse acontecido no tempo do anterior ministro da saúde, Correia de Campos?

Etiquetas: