10.12.08

O inefável Dr. Soares

Mário Soares pensa que atingiu um estatuto que lhe permite dizer tudo, sobre tudo, com aquela bonomia sapientíssima que lhe reconhecem. Beneficia de uma comunicação social que lhe apara o jogo e se curva. Reverencialmente. Usa e abusa de frases-feitas que sabe, como politiqueiro que quase sempre foi e ainda pretende ser, são multiplicadas nos órgãos de comunicação social. Agora deixou comentário sobre a ministra da educação. Elogiando-lhe a coragem. Mas que coragem? A arrogância, a petulância, a falsidade com que trata uma classe que, desde o início deste governo, estava a jeito para criticar e amesquinhar? Pois é esta "coragem" que esta senhora revela no seu ministério. Estes senhores ainda não se deram conta do desastre que espera a Escola com as barbaridades que pretendem impor. A história não costuma perdoar. Um dia vai dar razão, não a Mário Nogueira, que a tem neste momento, mas a uma classe com sentido crítico, com coluna vertebral que não se deixa vergar pelos mentecaptos da 5 de Outubro.
E ainda vem o nosso primeiro-ministro afirmar que está farto das guerras dos professores? Nós é que estamos fartos e vamos pô-lo na rua na próxima oportunidade.

Etiquetas: ,

13 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!
E força p'ra isso...!Deixa-me rir antes que esqueça!

10/12/08  
Anonymous Anónimo said...

Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!
E força p'ra isso...!Deixa-me rir antes que esqueça!

10/12/08  
Blogger PAOLA said...

esas coisas acomtecem en tudas partes. besinhos

11/12/08  
Blogger Jacinto Figueiredo said...

PAOLA
Pois estas coisas acontecem em toda a parte só que em Portugal estão arrastar-se por demasiado tempo com as consequências que quase todos adivinham.
Os responsáveis querem a todos custo impor a sua marca na educação, mas pela negativa diz a maior parte das pessoas responsáveis e que lidam diariamente com os destinatários, os alunos que estão a ser fortemente penalizados com a situação.
Estou plenamente de acordo com o V. Amado
abraço

11/12/08  
Anonymous Anónimo said...

Realmente há muita gente que não perdoa o homem. Muitos viviam lá nos paraísos africanos com vida de nababos, com o preto a abanar-lhes a palmeira, sem nunca terem trabalhado na vida.

Deve ser muito triste perder uma vida dessas.

Quanto aos profs, bem...
Por muito má que seja a ministra, também já vai sendo altura de começarem a trabalhar.

Contra mim falo, mas tenho um exemplo em casa, em que até então se a pessoa em questão trabalhasse meio ano era muito e faltava quando queria.

11/12/08  
Blogger Vítor Amado said...

Anónimo (jogo duplo): talvez te enganes...
paola:obrigado pela visita. bj
Jacinto: aquele abraço.

11/12/08  
Blogger osátiro said...

caro anónimo de 11/12/08: ninguém aqui do blog viveu em África nem tratou os africanos desse modo. Mas seria bom que se informasse sobre o "exílio" de Mário Soares em S. Tomé.... O que não há dúvida é que os poderes africanos trataram os africanos muito mal: só na revolta de Nito Alves o MPLA matou 30 mil angolanos.

12/12/08  
Blogger osátiro said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

12/12/08  
Blogger almàjanela said...

Anónimo

é importante que prevaleça o equilíbrio evitando as generalizações. há em todo o lado, bons e maus, cumpridores e menos cumpridores quando se trata de profissões. já o disse aqui.
dizer que OS professores não trabalham revela cegueira, desconhecimento, alguma forma de preconceito...
e não condeno o princípio mas a generalização. eu própria posso sentir-me injustiçada face a alguém que não cumpra, ainda que exercendo a mesma profissão. quanto mais não seja porque conduz a que seja colocada num rol em que não me revejo.
as pessoas "esquecem-se" que o trabalho de um professor vem na pasta que transporta consigo, seja sob a forma de trabalhos para corrigir seja sob a forma de problemas que carrega nos ombros e que se prendem com o lado humano, social desta profissão, relacionados com os alunos e as suas vivências.
várias vezes ao longo dos ainda poucos, eu sei, 17 ou 18 anos de profissão, tenho dito que ao professor é quase vedado o direito de constituir família, ter filhos perante as exigências habituais, esperadas, deste fazer. exagero?
não quando obrigo o meu filho, doente, a ir para a escola porque tenho um teste marcado para aquele dia e que tem mesmo de ser realizado. há mesmo quem dê teste fazendo greve... para não prejudicar os alunos.
não, quando se tem de dizer, agora não, tenho de preparar aulas para amanhã depois de 7, 8 horas de escola.
e se falo, é porque me senti, nos sentimos injustiçados com considerações, certezas destas.

atentamente, alma

(desculpa, Vítor, a ocupação do espaço.)

12/12/08  
Blogger Vítor Amado said...

alma:respondeste melhor que eu.para tanta incompreensão, não há mentes despertas que iluminem...
anónimo: que é essa dos africanos??? não lembra ao diabo....

13/12/08  
Anonymous Anónimo said...

Boa meu querido, é sempre bom admitir as qualidades dos outros.
Acho no entanto, que o anónimo que são sou eu, ( ml) generaliza, ele refere-se aos estatutos,bancários, universitários, e como é bom saber que alguns ministros, (ou ex.) fazem parte desse bolo.
Beijinhos, diz á alma que estou com ela, ou convosco.

13/12/08  
Anonymous Anónimo said...

top [url=http://www.c-online-casino.co.uk/]casino games[/url] coincide the latest [url=http://www.casinolasvegass.com/]casino[/url] manumitted no consign reward at the chief [url=http://www.baywatchcasino.com/]loose hand-out casino
[/url].

8/1/13  
Anonymous Anónimo said...

[url=http://www.23planet.com]casinos online[/url], also known as accepted casinos or Internet casinos, are online versions of catchy ("buddy and mortar") casinos. Online casinos grant gamblers to manufacture and wager on casino games from start to shine slow kill the Internet.
Online casinos typically rib audacious odds and payback percentages that are comparable to land-based casinos. Some online casinos comprise higher payback percentages in the diminish of status supporter games, and some wager abroad payout viands audits on their websites. Assuming that the online casino is using an aptly programmed unsystematic nosegay generator, catalogue games like blackjack seek an established congress edge. The payout slice through regardless of these games are established via the rules of the game.
Uncountable online casinos sublease or obtaining their software from companies like Microgaming, Realtime Gaming, Playtech, Prevailing Imposture Technology and CryptoLogic Inc.

13/1/13  

Enviar um comentário

<< Home