7.2.09

A metáfora dos coelhos...

E na Convenção do Bloco de Esquerda, Louçã surpreende com a metáfora dos coelhos.

"Alguém já viu o capital a produzir? Imaginem dois coelhos numa cova, de certeza que vão sair coelhinhos, mas se puserem duas notas de cem euros, imaginam que vão sair notas de vinte? O capital nada faz. Agora é tempo de devolverem a quem deu a sua vida ao trabalho."

Nesta ternurenta imagem, não sei o que mais destacar; se a cópula das notas de cem euros, se o fogoso apetite sexual dos coelhos. Uma certeza eu tenho: para quem defende causas fracturantes, como o casamento entre homossexuais, a metáfora pariu um rato.

Etiquetas: ,

8 Comments:

Anonymous Anónimo said...

O VA deixa lá esse anticomunismo. Eu até voto no PCP - ml ( se ainda existir), ou no MIRN, ( também não sei se ainda existe), só para ser menos 1 voto no José Sousa.

8/2/09  
Anonymous Anónimo said...

Tornou-se absolutamente crítico desxuxalizar Portugal. Tudo serve, menos o bando de salteadores - capitaneados pelo inginhêro, sinistra, trauliteiro silva, etc -que nos tem governado.

8/2/09  
Blogger O CLARO said...

Olá, tudo bem?

Infelizmente Cuba ou qualquer outro País foi socialista.
Contudo não podemos esquecer das conquistas havidas durante o regime castrista.
Todavia, um socialista que respeita a liberdade e responsável não pode concordar com qualquer tipo de censura.
Transformar jornalistas, repórteres, intelectuais, um cidadão ou quem quer que manifeste sua divergência com o Poder é afirmar e ditar o pensamento único imbecilizante.
O socialismo não deve ser imposto!
Para o bem do planeta há de ser uma opção ensejada nas urnas.
Saudações socialistas com liberdade, Justiça e Paz!
Fernando, O Claro

8/2/09  
Blogger Vítor Amado said...

Anónimo(1º): eu gosto de comentários anónimos...sobretudo quando me rotulam de "anticomunismo". Realmente, respeito os coministas, enquanto pessoas, combato-os politicamente. Nunca votarei num partido comunista, por mais "josés de Sousa" que existam.

8/2/09  
Anonymous vitor m said...

Acho algo excessiva a imagem de Louçã, mas é verdade que a riqueza é sobretudo criada pelos assalariados e não pelos financeiros, capitalistas e outras pessoas detentoras de (demasiado) dinheiro.
De que serve a um capitalista ter rios de dinheiro se não puser uns tantos assalariados a reproduzi-lo?
E pôr-nos todos a consumir os bens que vão sendo produzidos, naturalmente.
VA, a tua colagem aos capitalistas (sendo tu também assalariado) não deixa de ser curiosa...
Quanto ao comunismo, nada a dizer. Falhadas rotundamente várias experiências hoje já ninguém sabe o que isso é...
O capitalismo, selvagem ou neo-liberal, esse sim, sintomo-lo no pelo quotidianamente.

9/2/09  
Anonymous Anónimo said...

É isso. Anti-comunismo prá frente.
Efectivamente o comunismo é a grande ameaça hoje em dia

Zé Lopes

9/2/09  
Anonymous Anónimo said...

se não fosse o perfil invertebrado e acéfalo dos media, louçã seria mostrado como é: um leninista histérico e ressabiado com o fim dos gulags da urss. Por isso os coelhos foram esquecidos pelos media. Olha se fosse a MFL...Qto às notas: por falta d capital é k Cuba, laos, vietname, coreia do kim vivem na miséria. Como vivia a albânia d enver hoxa k inspirou o BE.

10/2/09  
Blogger O CLARO said...

Estimados, tudo bem?

Gostaria de fazer um esclarecimento, acrescentar uma ERRATA.

Por um lapso ou ato falho, como queiram, iniciei meu comentário de forma errada. O que quis dizer e correto é: 'Infelizmente Cuba ou qualer outro País JAMAIS foram socialistas' muito menos comunistas na concepção marxista.
Assim, com esta retificação, meu comentário e meu pensamento ficam íntegros.
Agradeço a todos.
Debater é preciso e faz bem à saúde!
Parabéns ao blogue de altíssimo nível.
Saudações daqui do BRasil Soberano.
Fernando, O Claro
http://oclaro.blogspot.com

10/2/09  

Enviar um comentário

<< Home