8.5.08

O Terrorismo da ETA

Além dos atentados e assassínios, a ETA dedica-se a outras actividades menos conhecidas, mas que não deixam de revelar o gene terrorista da organização.
Sabia-se da extorsão sobre empresários para obter financiamentos; ou da constante coacção nas ruas para se alinhar com as suas teses.
Agora a ONG "Repórteres Sem Fronteiras" vem denunciar a situação dos jornalistas no País Basco como uma das mais inquietantes da União Europeia, devido às intimidações que sofrem, que obriga muitos a viverem com escolta policial e outros a fugirem da Região.

Retirado do CM de 6 de Maio; DEZ linhas.
Não vi em mais nenhum órgão de comunicação social.
Parece que a solidadariedade jornalística é uma fraude.
E não se pode pôr em causa os disparates de Zapatero para com a ETA. Zapatero vive intocável para muita imprensa "progressista"!
Mas isto é mesmo aqui ao lado: mais perto do que a Madeira.
Ou como se manipula a visão do Mundo!

Etiquetas: , , , ,

6 Comments:

Blogger Klatuu o embuçado said...

Não é uma situação linear, nem um western em que os índios são sempre bandidos... claro que há manipulação dos media... e claro que o Estado Espanhol há muito deveria ter feito um Referendo.

8/5/08  
Blogger XuanRata said...

Gracias por tu visita y por tu despertador para mentes dormidas.
El terrorismo en el Pais Vasco no es solo una organización mas o menos mafiosa que opera en una region con determinados fines politicos. Es un entramado social, un pseudo-Estado que funciona de forma paralela, y que busca perpetuarse en su papel de victima, tan rentable. Nada mejor para dominar que hacerse pasar por dominado. No están realmente interesados en un referendum ni en que se clarifique la situación, como han demostrado tantas veces, puesto que despues ¿a quién extorsionarían?

8/5/08  
Blogger Joana Dalila Santos said...

Uou... =/

8/5/08  
Blogger Custódia C.C. said...

Pois ... a verdade, verdadinha nem sempre interessa trazer ao de cima? Porque será?
E é claro que o terrorismo não é só a explosão de uma bomba!

8/5/08  
Blogger osátiro said...

Klatuu: não me parece que seja preciso um referendo.
As muitas eleições regionais e nacionais feitas após Franco deram a vitória ao Partido Nacionalista Basco; nunca aos independentistas, que têm valores residuais-inferiores aos partidos nacionais: PSOE,PP,Izquierda Unida.
Apesar do clima de intimidação.
O referendo poderia organizar-se; mas é provável que provocasse divisões graves e mais brutalidade da ETA.

8/5/08  
Blogger osátiro said...

Xuanrata explicou muito bem as motivações da ETA...
Abrazos

8/5/08  

Enviar um comentário

<< Home